Página Inicial
Mahabharata
Perguntas e Respostas
Vida e Pensamentos
Fale Conosco

 

O Nascimento de Karna

 


Sri Vaishampayana disse:

Rei Sura, o líder da dinastia de Yadu, era o pai de Vasudeva (que se tornou o pai de Senhor Krsna depois). A filha de Sura era chamada Prtha, e nenhuma mulher na Terra teve beleza como a sua.

A irmã do pai do Rei Sura teve um filho chamado Kuntibhoja que era impossibilitado de procriar, portanto o poderoso Sura prometeu dar sua primeira criança ao seu primo. 

Assim quando Prtha nasceu, Sura declarou, " Esta menina é minha primeira criança", e agindo como um verdadeiro amigo, ele deu o bebê ao amigo Kuntibhoja, uma grande alma que ansiava pelo dádiva de uma criança.

Kuntibhoja era um rei santo, e assim que sua filha começou a crescer, ele a incumbiu da adoração do Senhor Supremo e de respeitosamente servir aos convidados que viessem ao palácio.

Uma vez Prtha foi solicitada a cuidar de um brahmana severo chamado Durvasa, que era rígido em seus votos, mas possuía um temperamento assustador e um senso inescrutável de decoro. Prtha fez todo esforço para agradar o brahamana, e ele ficou satisfeito por completo com o seu serviço.

Antevendo a necessidade de meios legais para ela superar problemas futuros, o sábio deu-lhe um mantra dotado de poder místico e disse- lhe, "Quem quer que seja o deus que você chame com este mantra, ele abençoar-lhe-á com uma criança ".

Quando o brahmana a havia assim instruído, aquela virgem casta de alta reputação ficou cheia de curiosidade. (Ela desejou saber como o mantra funcionava, e quando ficou só decidiu ver por si mesma.) Chamou então o deus Sol e imediatamente viu vindo em sua direção o grande fabricante da luz mantenedora do mundo.

A escultural Prtha contemplou essa maravilha e ficou surpresa, e o Sol resplandecente, que revela todas as coisas visíveis, deu-lhe então uma criança. Prtha deu à luz um filho heróico, destinado a ser o melhor de todos os que suportam armas. Coberta com armadura, aquela criança bonita, de um deus abundante em opulência natural, nasceu pois com uma armadura natural e brincos reluzentes que iluminavam sua face.

Um dia esse filho seria famoso por todo o mundo como Karna.O Sol supremamente esplêndido devolveu então à menina sua virgindade, e tendo feito isto, aquele deus mais generoso voltou ao seu domicílio celestial. Vendo o filho recém-nascido, a princesa de Vrsni sentiu-se miserável e preocupada, e a sua mente podia pensar em somente uma coisa: "O que será feito? O que posso fazer para me tornar virtuosa?"

Kunti estava terrificada para se defrontar com seus parentes e esconder (o que ela sentia ser) sua ação imprópria. Ela enviou sua criança, nascida com armadura extraordinária e brincos, a flutuar sozinha rio abaixo.

Logo em seguida um homem, que era filho respeitável de um condutor de carruagem e marido de Radha, achou a criança abandonada e com sua esposa aceitou o bebê como seu próprio filho. Os dois formaram um nome para a criança: "Esta criança nasceu com riquezas, assim o nome dela será Vasusena ".

Vasusena amadureceu em uma mocidade poderosa e heróica, que superou em todos os tipos de armas, e suportaria adorar o deus Sol até que sua costa estivesse queimando. Ele era leal às suas palavra, e quando entoava suas orações ao Sol, nada havia que aquela grande alma e herói não pudesse dar aos brahmanas.

Uma vez o radiante Indra, que mantém este mundo, assumiu a forma de um brahmana e implorou a Vasusena por sua armadura natural e seus brincos. Embora desencorajado por este pedido, Vasusena cortou sua armadura e seus brincos e os ofereceu com mãos postas em respeito.

Pasmado com este ato, Indra deu-lhe a arma sakti e disse: "Quem quer que você deseje conquistar, seja um deus, um demônio, ou um homem, se um Gandharva, uma serpente celestial, ou um Raksasa horrível - a quem quer que você furiosamente lance esta arma, esta pessoa não irá muito longe. "Antes, seu nome era conhecido como Vasusena, mas agora por esta ação, ficou conhecido como Vaikartana Karna.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


 



O deus Sol se manifesta
perante Kunti (Prtha)



 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

vaikartana
"a criança do sol", ou "o que cortou (a si próprio para manter seu voto)"

O Nascimento de Karna
O Casamento de Kunti
A Conquista de Pandu
Gandhari dá à luz
O Erro mortal de Pandu
O Nascimento dos Pandavas

O Pedido do Rei Pandu
Filhos dos Deuses
Cumpre-se a Maldição
Vasudeva Manda Presentes